Uma Atitude Paradesportiva

Fazer a inclusão não é apenas assistir á novela e aplaudir atitudes dos outros! Vai além das palavras e de textos meramente políticamente corretos!

A Ong Atitude Paradesportiva é um espaço aberto para quem quiser praticar a inclusão não apenas da pessoa com algum tipo de deficiência no esporte e sim o respeito pela diversidade bio genética do ser humano.

Espaço de lazer e Inclusão
Crianças participando das atividades da Ong Atitude Paradesportiva no Colégio Global em São Paulo ( Foto: Patrícia Otazú)

                                De aprendizado e Concentração!

Dia de aprendizado com a Ong Atitude Paradesportiva, no centro da foto: Emilly, á esquerda Yanacy e á direita Mariana. ( Foto: Patrícia Otazú)

Espaço para os mais belos sorrisos

Emilly se divertindo no Colégio Global com as atividades do Atitude Paradesportiva. ( Foto: Patrícia Otazú)

Sem excessão!

Tatiana ( não tem deficiência) brinca na cadeira de rodas de sua prima Mariana com a Ong Atitude Paradesportiva. ( Foto: Patrícia Otazú)

Espaço de Alegria e criada para fazer alegria!

João Paulo está presente em todos os sábados no Colégio Global( Z.Oeste ) para atividades da Ong Atitude Paradesportiva. ( Foto: Patrícia Otazú)

Espaço para ser quem você é…

João ( filho de Adriana Martins, idealizadora da Ong Atitude Paradesportiva . ( Foto: Patrícia Otazú)

Ou quem você deseja ser!

João e Anacy se divertem com as atividades da Ong Atitude Paradesportiva. ( Foto: Patrícia Otazú)

Espaço para viver o presente e construir o fututo!

Yanaci de 13 anos anda de muletas, mas adora praticas esportes na cadeira de rodas. (Foto:Patrícia Otazú)

Aonde a determinação nasce de parto normal ….

Mariana participando pela 1ª Vez das atividades da Ong Atitude Paradesportiva. ( Foto: Patrícia Otazú)

…e a superação acontece de forma branda e gradativa!

Inclusão, Esporte, Superação! ( da direita para esquerda: Tatiana, Mariana, Emilly, Yanacy e Rômulo) ( Foto:Patrícia Otazú)

Atitude Paradesporiva : Espaço aberto á todas as idades e para todas as pessoas que desejam ter mais qualidade de vida!

Grito de Guerra marca o encerramento das Atividades da Ong Atitude Paradesportiva no Colégio Global em São Paulo. (Foto:Patrícia Otazú)

Para saber sobre a Ong visite o site: http://www.atitudeparadesportiva.org/

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Passageiros dificultam acesso de cadeirante no metrô de SP

“Mulher só conseguiu embarcar após 15 minutos de tentativas. Espaço para deficientes não foi respeitado na Estação Sé.”

Essa noticia mostra que as pessoas devem mudar seu comportamento, o respeito e solidariedade nesse tipo de situação, é um dever, pois a pessoa com mobilidade reduzida tem o direito de usar qualquer transporte, e ás vezes o governo dá uma infraestrutura correta, mas quem não respeita são os usuários.

Vamos acordar Brasil, o transporte publico é um direito de TODOS.
Segue o link da matéria.
Fonte: Portal G1 da Globo.com
Por: Carla Burnato
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Para quem tem um filho Especial – Por Antônia Yamashida

Lucas, filho da autora do livro "Uma mãe especial" (Foto: Patrícia Otazu)

E foi assim…

Quando eu pensava que você não era.
Tive que aceitar que era.
A aprender a te amar mesmo assim.
Quando eu imaginava que você não podia, você foi lá e fez.
Nos momentos difíceis, eu me desesperava.
E você sorria.
Nos momentos de dor, eu sofria.
E você lutava…
…E sua vida, para as pessoas que não te conhecem, é um martírio.
Enquanto para você, é como um circo, onde o importante é se divertir.
Nas horas de dores você luta.
Nas dificuldades você ri.
Onde te julgam coitado,
Você se faz vencedor.
Você! Mesmo sendo criança, me fez crescer.
Sem sentar, sequer, Você mudou minha postura.
Sem andar,
Você me fez caminhar.
Com todas as suas dificuldades
Você me ensinou a resolver as suas e as minhas.
Mesmo antes de falar sua primeira palavra
Ensinou-me o diálogo.
Os seus defeitos visuais
Fizeram-me enxergar.
A sua imaturidade
Fez-me madura.
E com a sua dependência diária
Você me fez independente…
Texto de contracapa do Livro ” A trajetória de uma Mãe Especial de Antônia Yamashita
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Antônia – Uma Mãe Especial

Lucas (a esquerda) e Victor (a direita) no momento de carinho (Foto: Patrícia Otazu)

Guerreira, jovem, alegre e uma mãe mais do que especial: Antonia abriu seu lar para que eu pudesse conhecer um pouco de sua história e mostrar em imagens sua verdadeira alegria de viver.
Ela que tem apenas 27 anos, casada com Fábio tem dois filhos: Lucas de nove anos e Victor de quatro anos e meio.
Se não fosse alguns obstáculos no meio do caminho acho que Antonia não seria tão especial!
Lucas nasceu de seis meses e teve algumas complicações que limitaram a formação perfeita de sua máquina ( corpo). A partir daí sua vida mudou completamente!
Além das noites sem dormir, cuidados especiais, preocupações com cirurgias, Antônia ainda perdeu o apoio de todos os seus amigos e até por um momento de sua vida, houve um afastamento de seu marido. Mesmo com todas as dificuldades ela nunca abandonou a grande luta pelos direitos do seu filho e de supri-lo de todas as necessidades de uma criança, carinho, amor, brincadeiras.

O abraço carinho de Victor (a direita) em seu irmão Lucas (a esquerda) (Foto: Patrícia Otazu)

Victor veio completar o time! Carinhoso e muito atencioso com o irmão, mostra em gestos que a máquina não tem um funcionamento perfeito, mas o coração, o espírito é mais importante que tudo.

Momento em família na entrevista com a autora do livro "Uma mãe especial" de Antônia Yamashita, ao lado de seu marido Fábio, e embaixo seu filho Lucas (a esquerda) e Victor (a direita) (Foto: Patrícia Otazu)

Conhecer a vida de Antônia e sua familia, me tornou uma pessoa melhor, pelo menos mais compreensiva e mais serena para enfrentar meus obstáculos.

Hoje Antônia dá exemplo de vitória e persistência em palestras, eventos e principalmente em seu livro ” Uma trajetória de uma Mãe Especial”, que vende pela internet no site : http://www.umamaeespecial.com .

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Filme – Janela da Alma, inspira aula de Fotojornalismo na Paulista

Hoje tivemos uma aula de fotografia muito especial!
Inspirado no Filme Janela da Alma, onde dezenove pessoas com diferentes graus de deficiência visual, da miopia discreta à cegueira total, falam como se vêem, como vêem os outros e como percebem o mundo , o professor Milton Alves de Fotojormalismo nos levou á Paulista e pediu para que fotografássemos sem ver no visor da máquina e sem ver o resultado no LCD.
Que loucura, nunca imaginei que seria tão difícil !!!
Após percorrer uns 30 minutos, a atividade ficou mais interessante!
Em dupla, percorremos parte de paulista de olhos vendados! Um dirigindo o Fotógrafo e a cena a ser fotografada e o outro, de olhos vendados, descobria o que é andar na Av: Paulista fotografando sem ver nada!

Alunos durante a Aula de Fotojornalismo feita na Avenida Paulista (Foto: Patrícia Otazu)

Eu senti até enjoô no 1º minuto que andei de olhos vendados.
Meu corpo parecia inclinar, e as vozes, o som, pareciam entrar na minha cabeça.
A percepção pelos cheiros também se confundia com a insegurança de não ver o que tem na frente.
Mas…todos viveram intensamente esta experiência, enfrentando seus medos com muita descontração!

Maísa (a esquerda) conduz Franciane (a direita) que está de olhos vendados em frente ao MASP na Avenida Paulista (Foto: Patrícia Otazu)

Minha compaheira de atividade e chará Patrícia Amancio, observou um grande detalhe: que mesmo andando na parte em relevo, reservado para deficientes visuais, as pessoas só saem da frente quando estão em cima de você e muitos parecem nem perceber este chão em relevo.
Ao tirar a venda a visão ficou bem embaçada durante bons e longos segundos.
Em parte, me senti o próprio Evgem Bavcar, fotógrafo cego entrevistado neste filme, com uma diferença, as fotos do cara saem perfeitas, mesmo sem ver nada…e as minhas…deixam a desejar..rsrs
Que aula!!! Que experiência sensacional!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Copa Brasil de Ciclismo Paraolímpico

Carlos Eduardo Nobre da Camara durante a Copa Brasil de Ciclismo Paraolímpico 2010 (Foto: Patrícia Otazu)

Este final de semana, aconteceu em Caraguatatuba um grande evento do Esporte Paraolímpico!

Sábado, houve a 1ª Etapa do 1ºCampeotano Paulista de Ciclismo Paraolímpico e hoje, domingo, dia 02 de Maio, tive a oportunidade de assistir e Fotografar a Copa Brasil de Ciclismo Paraolímpico que definiu a equipe representante do nosso país no Mundial no Canadá em Agosto deste ano.
O esporte é dividido em várias modalidades, definidas pelo grau e nomenclatura de cada lesão ou deficiência, o que realmente não é o que importa para o público em geral.
Queremos ver competição, garra, suor,diversão e claro a superação de cada um.
E todos, sem excessão, tinham todos esses traços estampados no rosto!
Tive a oportunidade de conhecer e conversar com atletas, namoradas da atletas, público ” sem deficiência” e pude constatar que este esporte atrai o olhar para inclusão de forma direta, sem barreiras e sem preconceito: quem não tem no sangue a VONTADE DE VENCER?
Afirmo sim que é uma maneira eficaz de combater preconceitos e fazer valer a inclusão, porém, ainda falta maior cobertura da mídia em geral para atrair público e gerar patriocinadores.
Nunca tinha fotografado este esporte, de média e alta velocidade e confesso que me diverti “pacas” e adorei ver os resultados..hehe….imagem e inclusão fazendo arte!
Aguardem!!!
Organização: LIDER – Liga Valeparaibana de Desportes, Clube de Atletismo de São José dos Campos
Realização: Comitê Paraolímpico Brasileiro de Ciclismo
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Corpo e Movimento

A Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos ( Andef ) é uma ong não governamental,fundada em 1981, com o propósito de desenvolver ações de garantia e promoção dos direitos das pessoas portadoras de deficiência física.
A Andef é reconhecida nacional e internacionalmente como uma das maiores entidades de representação do segmento que atua.
Seus maiores objetivos é a elevação da auto-estima e o aumento dos níveis de autonomia da pessoa portadora de deficiência, rompendo preconteceitos acerca de seu potencial de integração social.
No dia 17/04/10, tive a oportunidade de conhecer na Reatech ( Feira Internacional de Técnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade) um de seus projetos artisticos, o Grupo de Dança Corpo e Movimento.
Formado por 5 pares de bailarinos tem uma composição mista de andantes e cadeirantes,sugerindo uma refleção sobre o universo da inclusão e a diversidade de um modo geral.

Show do "Grupo de Dança Corpo e Movimento Andef" exibido durante à feira Reatech (Foto: Patrícia Otazu)

Com graça, leveza e muito rítmo os dançarimos ganham aplausos do publico que visitam a feira.
Para conhecer mais sobre este trabalho, visitem o site http://www.andef.org.br/ e ao ligar procurem pelo Anderson – grande colaborador e incentivador da inclusão!

Ao grupo de Dança Corpo e Movimento, obrigada pelo espetáculo e parabéns!

Texto: Patrícia Otazu

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário